Voltar 

O desejo da população em possuir o meio de acesso condigno ao Santuário
 
Apesar do declive acentuado, a fé e o amor à Senhora das Necessidades, que lá no alto contempla a Vila da Ponte na sua formosa Capela, ao longo de muitos anos tentaram-se vencer as dificuldades naturais. Em conjunto com enorme esforço da população dos devotos, foi possível no século passado abrir um acesso pedestre e pouco acessível ao automóvel até à zona do Santuário, alternativa ao íngreme e difícil caminho antigo romano que ainda existe.
Não foi nada fácil naquele tempo. Mas à custa de sacrifícios e solidariedades, ofereceram a força dos braços, a vontade firme, e com os escassos meios financeiros, numa prova de fé, projectaram o acesso e construíram o caminho.

Primeiro, toscamente. Depois, aos poucos, foram melhorando a subida.
           
                agora, depois de Agosto de 2003:
Chegou finalmente o momento da grande mudança. A subida vai tornar-se mais cómoda e mais segura. Qualquer automóvel, ou mesmo autocarro em breve poderão aceder à Nª Srª das Necessidades em escassos minutos e com segurança.

A obra vai simbolizar a capacidade de realização do povo da Vila da Ponte, e, graças à sensibilidade do autarca do concelho, irá ser concretizada:  por que além de mais tem dívidas para com a Vila da Ponte: - por que é uma obra merecedora para a população da aldeia e há muito desejada.       
 - por que o autarca é natural de Vila da Ponte, e não se esqueceu de certeza, que o seu tio, já falecido há alguns anos, o Cónego José Cardoso, grande pregador e catequista da religião cristã, calcarreou esta ladeira,

  muitas e muitas vezes, para que, lá do alto do monte, pregasse a doutrina do evangelho de Cristo a muitos.



 

o caminho antes do calcetamento

  Voltar