Voltar 



 
A Casa do Ermitão, com a torre sineira, servida por escada sinuosa onde passa um de cada vez, é do século XIX. Tem dois pisos: a cave servia de camarata para aqueles que ali permaneciam em oração ou retiro; o andar tinha cozinha, quartos e sala de reuniões ou de jantar, conforme a hora do dia. Nela residira o ermitão e/ou ermitoa, que tinha o mister de abrir o templo, atender os peregrinos, receber as esmolas e ex-votos. Estes corporizam toda uma bela memória concreta de milagres.

















 

  Voltar